RSS

Arquivo da tag: hashi

A origem do hashi

Antes de começar qualquer refeição oriental, a primeira coisa que vem à nossa mesa são os hashis. Na hora do almoço ou do jantar eles estão fazendo a “ponte” entre o alimento e nosso paladar. Pois bem, de onde vem esse costume? Reza a lenda que os hashis começaram a ser usados pelos chineses (sim, eles não são invenção dos japoneses!) no ano 2.500 antes de Cristo e que os primeiros foram utilizados como suporte para grelhar carnes sobre a brasa.

Os hashis são mais higiênicos do que os garfos e colheres e podem ser produzidos com diversos materiais, desde bambu até prata e marfim. Parece que toda a cultura culinária oriental foi de certa forma desenvolvida para ser consumida por estes palitinhos. Os alimentos são cortados em tamanhos que podem ser facilmente segurados, dispensando o uso da faca e do garfo.

E com quantos hashis se faz uma refeição? Se disse apenas um par, errou! Há palitinhos apropriados para cada tipo de comida, para cada membro da família e para cada tamanho de boca: masculina, feminina ou infantil. Dizem os japoneses que o hashi não faz parte da tradição de comer sushis e sashimis, isso é um hábito ocidental e o correto é consumir utilizando-se das mãos. Por essa você não esperava, né?

 
Deixe um comentário

Publicado por em maio 24, 2012 em Cultura Oriental

 

Tags: , , , , ,

Hashi: palitinhos, pauzinhos e afins

Para os que nunca ouviram falar e para aqueles que acham que já ouviram mas não sabem o que significa, o termo japonês hashi refere-se aos famosos “palitinhos japoneses”. Normalmente feitos de bambu ou madeira, e utilizados em praticamente todas as culturas asiáticas, o hashi surgiu pelo menos cinco mil anos antes do nosso conhecido garfo. Utilizá-lo não é uma tarefa fácil para algumas pessoas, mas não exige muito mistério. Veja algumas dicas e saiba como acertar na próxima vez que você for saborear um prato oriental.

1. O hashi deve ser segurado de sua metade para cima e nunca no começo: isso dificulta o movimento e diminui sua habilidade em manipular os pauzinhos. Se você não tem habilidade alguma, acredite, segurar o hashi perto da ponta mais fina não o ajudará a melhorá-la.

2. Nunca espete o hashi na vertical, nem passe a comida de hashi em hashi. Ambos os gestos estão relacionados a cerimônias fúnebres e rituais religiosos, e isso, definitivamente, não é algo que gostaríamos de lembrar em um momento de descontração.

3. Não cruze os pauzinhos. Quando não estiver usando-os ou quando tiver terminado de comer, deposite o hashi em paralelo ao balcão, no suporte apropriado (oki). Se não houver oki, pode-se usar o próprio invólucro de papel, dobrado.

4. Lembre-se: o hashi é um talher e deve ser utilizado apenas para apanhar a comida. Não utilize os pauzinhos para apontar pessoas, objetos ou movimentar pratos e tigelas. Além disso, gesticular com o hashi nas mãos ou balançá-lo no ar também é bastante deselegante segundo a cultura oriental.

Fonte de referência: http://www.mestresdosushi.com.br/materias.jsp

 
Deixe um comentário

Publicado por em julho 13, 2011 em Cultura Oriental

 

Tags: , , , ,

 
%d blogueiros gostam disto: