RSS

Arquivo da tag: alimentação saudável

Receita da longevidade oriental

O homem mais velho do mundo

No dia 19 de abril, o homem mais velho do mundo, o japonês Jiroemon Kimura completou 115 anos. Pode ter certeza de que ele nunca mentiu a idade, pois os japoneses se orgulham por acumularem tantos anos de vida e experiência. Além disso, o país com a longevidade mais elevada no mundo – em média, 81,1 anos – e com o maior número de centenários do planeta – 17.934 – valoriza a sabedoria dos mais velhos.       Existe até o Dia do Respeito ao Idoso (Keiro no hi), celebrado na terceira segunda-feira de setembro. Nesta
data, os japoneses oram pela longevidade dos mais velhos e os agradecem pelas contribuições feitas à sociedade.

Mas será os nipônicos têm uma receita para viver mais? Segundo estudos, a alimentação japonesa é o fator que mais contribui para os japoneses terem uma vida longa. A combinação deliciosa de alga, peixe, arroz e soja seria a responsável pela saúde deles.

Em Okinawa, ilha do Japão com maior número de centenários da Terra, os idosos são ainda mais saudáveis. Eles consomem 25% dos níveis do sal e açúcar que costumam ser digeridos no restante do país, comem duas vezes mais peixe e três vezes mais vegetais que os demais nipônicos. A ilha é o lugar do Japão onde se comem mais algas, ricas em minerais e fibras saudáveis, além de muito tofu e natô, ricos em soja. Inclusive, de acordo com os japoneses a sopa misso shiro daria um dia a mais de vida a cada prato ingerido.

Venha para o Kiboo e siga o exemplo dos japoneses. Cuide-se da maneira mais gostosa, coma pratos da culinária oriental!

Fonte: Made in Japan 

Anúncios
 

Tags: , , , , , ,

Porque a culinária oriental faz bem à saúde?

 Nos últimos anos, a comida japonesa ganhou destaque no Brasil. Os apreciadores desta culinária são atraídos por seu sabor único e pelo fato de vislumbrarem nesta alimentação, considerada saudável, uma fonte para manter a boa forma. Basta observar a população do Japão e perceber que a obesidade é rara entre eles! Isto sem falar na expectativa de vida das japonesas, que é de 86 anos, a mais elevada do mundo, frente a 72,7 das brasileiras, segundo o IBGE.

Sabiamente os japoneses transformam a refeição em um momento mágico! Há uma preocupação com a estética e com o sabor dos alimentos, os pratos são servidos com cores e formas variadas, além de manter uma harmonia entre o sabor natural e a energia de cada ingrediente.

O peixe cru virou símbolo dessa culinária. Salmão e atum (dentre tantos outros) não podem faltar na mesa de um delicioso jantar japonês. Rico em proteínas de fácil digestão, os peixes oferecem aminoácidos essenciais, aqueles que o nosso organismo precisa e não consegue produzir, além de serem ricos em ácidos graxos poliinsaturados, conhecidos como ômega 3, e minerais como o cálcio, sódio, potássio, fósforo, ferro e zinco.

Mas não são somente os peixes crus que tornam a comida japonesa saudável. A soja, amplamente utilizada na preparação do tofu e do missô, é outra fonte de proteínas e ácidos graxos poliinsaturados, além de fornecer minerais e vitaminas do complexo B.

Não podemos deixar de citar, a contribuição do arroz que supre nossas necessidades de carboidratos, essencial para qualquer dieta. Além das algas, do chá-verde e do shitake, fontes naturais de substâncias antioxidantes.

E para completar as necessidades nutricionais, podemos contar com os legumes. Na culinária japonesa, geralmente, os legumes são pouco cozidos (al dente) para preservar o sabor característico e isto contribui para garantir a textura (fibras), a cor e os nutrientes desses ingredientes.

Fonte: http://www.nutricaoemfoco.com.br

 
Deixe um comentário

Publicado por em julho 7, 2011 em Curiosidades da culinária

 

Tags: , , ,

 
%d blogueiros gostam disto: