RSS

Provérbios: sabedoria popular através dos tempos

01 ago

De acordo com o dicionário, provérbio significa: “frase curta, geralmente de origem popular, frequentemente com ritmo e rima, rica em imagens, que sintetiza um conceito a respeito da realidade ou uma regra social ou moral”. Esse jeito particular do povo do arquipélago de retratar lugares, festas e tradições foram incorporados ao nosso cotidiano, pois várias pessoas, muitas vezes instintivamente, acabam falando um provérbio ou outro.

Eles marcam situações inusitadas, são fontes de inspiração para o ensinamento de pai para filho e acabam sendo uma rica herança cultural de um povo. E isso é muito forte lá no Japão! Os japoneses tem uma riqueza de interpretação, elaboração e ligação literária que impressiona e faz com que isso chegue até o Ocidente.

Image

Esta forma que eles encontraram para transmitir conhecimento, sabedoria e observação – em muitos casos obtidas pela própria experiência de vida –  são verdadeiros conselhos. O universo dos provérbios japoneses é muito vasto, veja:

Kaeru-no ko-wa kaeru

Tradução: “Filho de sapo sapinho é.”

Interpretação: Equivalente ao “Filho de peixe peixinho é”, muito falado no Brasil. Significa que as características dos pais são herdadas pelos filhos.

Jishin kaminari kaji oyaji

Tradução: “As coisas que metem mais medo são o terremoto, o trovão, o incêndio e o pai.”

Interpretação: Para os japoneses, a figura paterna é comparada às grandes catástrofes da natureza, dado o seu poder e o temor que ela inspira.

Tanki-wa sonki’

Tradução: “A precipitação(é) perdição”

Interpretação: O caminho para a frustração é agir de forma precipitada.

Saru mo ki kara ochiru

Tradução: “O macaco também cai da árvore”

Interpretação: Um especialista também pode errar.

Azuma-otoko-ni kyô-onna

Tradução: “O homem de Edo e a mulher de Quioto”

Interpretação: Provérbio que reflete ideais estereotipados de homem e mulher. Na Antiguidade, o homem de Edo era tido como generoso e decidido; e a mulher de Quioto, delicada e elegante.

Yoraba taiju no kage

Tradução: “Se é para buscar abrigo, que seja sob uma árvore grande”

Interpretação: Faz alusão aos aliados poderosos. Se é necessário depender de algo ou alguém, que ele seja poderoso e valha a pena.

Atama kakushite, shiri kakusazu

Tradução: “Escondeu a cabeça mas não escondeu a bunda”

Interpretação: Não faça como o avestruz, que esconde a cabeça na terra, mas não o resto do corpo. Procure preservar seus defeitos ocultos, para não oferecer armas a seus inimigos.

Uri-no tsuru-niwa nasubi-wa naranu

Tradução: “Não dá beringela no pé de pepino”

Interpretação: Não há resultados inesperados dentro de uma situação já prevista. Onde não há causa, não há efeito.

E aí, qual provérbio japonês combina mais com você?

Anúncios
 
Deixe um comentário

Publicado por em agosto 1, 2013 em Novidades Kiboo

 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

 
%d blogueiros gostam disto: