RSS

O segredo da qualidade dos alimentos também está na fiscalização

08 mar

ImageRicos em proteínas, vitaminas, cálcio, sódio e zinco, os peixes – base da culinária oriental – são essenciais para uma alimentação completa em nutrientes. Isto não é segredo. Mas uma informação importante é que a qualidade destes produtos está relacionada com os cuidados no preparo e nas condições do ambiente onde os pratos são manuseados.

De acordo com a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), peixes ou mariscos malconservados e preparados sem cuidado podem levar a uma intoxicação alimentar. A toxina é produzida por determinados dinoflagelados (organismos marinhos microscópicos que servem de alimento aos peixes e se acumulam na sua carne). Por isso, para consumir um peixe cru com segurança é necessário que ele passe por um processo de congelamento sob temperatura de -20ºC por 7 dias ou -35ºC por 15 horas.

No Kiboo Sushi estas regras são seguidas com rigor e todo o restaurante conta com um serviço de fiscalização contratado para garantir a alta qualidade dos pratos e a segurança para os clientes. No restaurante são adotadas práticas de higiene obedecidas pelos manipuladores desde a escolha e compra dos produtos a serem utilizados no preparo do alimento até a venda para o consumidor. Adotar as boas práticas indicadas pela Anvisa é ficar atento aos procedimentos a fim de garantir a qualidade higiênico-sanitária e a conformidade dos alimentos com a legislação sanitária.

Gestão Integrada em Segurança de Alimentos

Para ter 100% de segurança e qualidade na cozinha do Kiboo, a casa mantém um contrato com a Agisa – Agência de Gestão Integrada em Segurança de Alimentos – especializada em consultoria, auditoria e treinamento para negócios do ramo de alimentos, embalagens e bebidas.

No Kiboo a Agisa é responsável por monitorar a cozImageinha e manter todos os critérios e rigor de higiene no local. “Os fiscais da agência nos visitam duas vezes por semana, em dias surpresas, para avaliar diferentes aspectos, desde o comportamento dos garçons e análise dos peixes até a temperatura do freezer”, conta Maria Rita Alvarenga, proprietária do restaurante.

A Agisa também pontua o estabelecimento e indica reformas e mudanças necessárias para trazer melhorias, conferindo os resultados na semana posterior. “Se tirarmos uma nota ruim, ou não fizermos as mudanças solicitadas, a Agisa cancela o contrato. Todos os restaurantes que possuem os serviços da Agisa são bem estruturados e seguem todas as normas da fiscalização”, explica Maria Rita. Os funcionários são capacitados em cursos oferecidos a cada seis meses e aperfeiçoam seus conhecimentos em áreas como manipulação de alimentos, por exemplo.

Fique atento!

Ao escolher o restaurante japonês, atenção a alguns detalhes:
1 – observe a coloração e o cheiro dos peixes;
2 – certifique-se que estejam frescos e mantidos sob refrigeração até a hora da preparação;
3 – verifique se o sushiman usa touca de cabelo, está com unhas aparadas e limpas, barba feita e uniforme impecável;
4 – peça para conhecer a cozinha.

Anúncios
 
Deixe um comentário

Publicado por em março 8, 2013 em Novidades Kiboo

 

Tags: , , , ,

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

 
%d blogueiros gostam disto: