RSS

Pastel: estratégia japonesa para livrar-se do preconceito no Brasil

25 jan

A história do pastel começa na China, passa por Portugual, mas a receita acaba fazendo sucesso mesmo é no Brasil. Tudo começou

Qualquer semelhança com o pastel não é mera coincidência

quando os jesuítas portugueses se entrosaram com os chineses nas expedições de Portugual ao oriente  e levaram a receita dos deliciosos rolinhos de primavera para Portugual. No entanto, eles mudaram os ingredientes e os transformaram em doce feito com ovos e recheio de amêndoas, no formato dos pastéis. Até hoje, em Portugal, pastelaria significa doceira.

Por volta de 1890, com a criação de armazéns e pensões no Brasil, os chineses começaram a abrir pastelarias similares às de Portugual no país. A receita se modificou mais uma vez, adaptaram-na aos ingredientes brasileiros.

Apesar de os chineses terem trazido o pastel, foram os japoneses que o tornaram conhecido por aqui. Durante a Segunda Guerra Mundial, por causa da aliança japonesa com os alemães e italianos, os nipônicos sofriam com o preconceito dos brasileiros. Por isso, eles decidiram abrir pastelarias para se passarem por chineses.Assim, além de livrarem-se da discriminação, os japoneses fizeram do pastel um dos alimentos mais populares do Brasil.

Anúncios
 

Tags: , , , , ,

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

 
%d blogueiros gostam disto: