RSS

Arquivo da tag: lendas japonesas

Bonecas japonesas: beleza e história

ImageKokeshi são bonecas japonesas artesanais, feitas em madeira e pintadas à mão, reconhecidas como uma manifestação da arte folclórica do Japão e um dos símbolos da cultura japonesa no mundo. Há poucos registros sobre a origem e história antiga das bonecas japonesas Kokeshi. Acredita-se que elas têm suas origem na prática religiosa, porém poucas informações sobre sua história podem ser consideradas verdadeiras, pois a imaginação dos antigos japoneses criou diversas lendas (algumas até assustadoras) para a história das Kokeshi.

Lendas e mitos

Existem versões relatando que a Kokeshi seria a representação de uma lenda aterrorizante, de um período de intensa escassez de alimentos em que crianças teriam sido sacrificadas para a sobrevivência dos habitantes da região de Tohoku (norte do Japão). Por isso, a Kokeshi não teria braços e pernas.

ImageJá em Okinawa (ilha do extremo sul do Japão), a Kokeshi foi adotada como parte das cerimônias fúnebres de crianças que não atingiam 1 ano de idade. Era comum acreditarem que a alma do bebê morto fixava-se na boneca e os familiares então ofereciam doces, alimentos e origamis à Kokeshi, para que a alma não se sentisse perdida após a morte.

A história moderna das bonecas japonesas começou na parte final da Era Edo (1603-1867), na região de Tohoku (norte do Japão), famosa pelas suas águas termais. Artesãos locais (conhecidos como Kijiya, que significa carpinteiro em japonês), especializados em trabalhos de madeira e produção de utensílios domésticos como bandejas, começaram a fazer as bonecas Kokeshi para vender como lembranças aos visitantes da região durante os rigorosos invernos. Além de atuar como importante fonte de renda extra para os artesãos, acredita-se que as bonecas também eram usadas como ferramentas de massagem para os ombros pelos banhistas.

Fonte de referência: http://www.cozinhajaponesa.com.br/kokeshi-bonecas-japonesas/

 
Deixe um comentário

Publicado por em fevereiro 22, 2013 em Novidades Kiboo

 

Tags: , , , , ,

Carpas – um pouco da mitologia oriental

Que ninguém duvide do quanto as crenças do povo japonês podem nos valer como incentivos para o nosso dia-a-dia. Por isso, hoje vamos falar do significado das carpas (Koi) segundo a tradição japonesa. Reza a lenda que, na época da desova, o peixe tinha que atingir a fonte do rio que corta a China, o Huang Ho (Rio Amarelo). Para tal, tinha que nadar contra a correnteza e saltar cascatas até à montanha Jishinhan. Assim, se a carpa alcançasse o topo tornava-se um dragão.

Dessa forma, acredita-se que a carpa subindo significa força, coragem e determinação para alcançar objetivos e superar dificuldades; e a carpa descendo significa objetivos alcançados, cumpridos. Por causa dessa simbologia é comum as pessoas tatuarem seus corpos com o desenho da espécie.

Para refletir

Outra característica interessante das carpas é que elas podem adaptar seu tamanho de acordo com o meio em que crescem. Sob esse olhar, o escritor brasileiro Paulo Coelho nos traz ótimas reflexões. Veja só o que ele diz:

“A carpa japonesa (koi) tem a capacidade natural de crescer de acordo com o tamanho do seu ambiente. Assim, num pequeno tanque, ela geralmente não passa de cinco ou sete centímetros – mas pode atingir três vezes este tamanho, se colocada num lago. Da mesma maneira, as pessoas têm a tendência de crescer de acordo com o ambiente que as cerca. Só que, neste caso, não estamos falando de características físicas, mas de desenvolvimento emocional, espiritual e intelectual. Enquanto a carpa é obrigada, para seu próprio bem, a aceitar os limites do seu mundo, nós estamos livres para estabelecer as fronteiras de nossos sonhos. Se somos um peixe maior do que o tanque em que fomos criados, ao invés de nos adaptarmos a ele, devíamos buscar o oceano – mesmo que a adaptação inicial seja desconfortável e dolorosa”.

Assim como o escritor, a gente sabe que não é uma tarefa fácil, mas não impossível. Se inspire em mais essa fascinante história da sabedora oriental, a equipe do Kiboo Sushi torce para que você também alcance os seus objetivos.

Com informações: http://www.japaoemfoco.com.br

 
1 Comentário

Publicado por em setembro 22, 2012 em Cultura Oriental

 

Tags: , , ,

Peixe gigante causaria terremotos no Japão

Não é novidade para ninguém dizer que os terremotos são um dos maiores problemas no Japão. Em um único fim de semana já foram registrados mais de 200 terremotos de intensidade leve ou moderada. O número assusta, mas para os nipônicos isso é normal.

De acordo com os geólogos, as explicações para tantos tremores é a movimentação das placas tectônicas. Porém, há muitos japoneses que crêem que é um peixe gigante, o Namazu, que vive no fundo do mar o responsável pelos terremotos. Reza a lenda que apenas o deus Kashima é capaz de controlar o Namazu. Para isso ele colocaria uma grande pedra sobre a cabeça dele. Porém, quando esse Deus descansa o grande peixe escapa e o seu movimento provocaria o terremoto.

Podemos dizer então que o Namazu é um símbolo negativo, de destruição? Não é bem assim. A figura do peixe já foi e ainda é usada como metáfora da redistribuição de renda. Isso porque após os terríveis tremores os mais ricos dividem seus bens com quem tem menos. Além disso, o Namazu aparece até em amuletos para proteção contra catástrofes. Ele também está presente em placas de sinalização referentes à prevenção de acidentes.

Lendas a parte, o que desejamos é que o povo japonês sofra cada vez menos com esses desastres naturais. Afinal, um país que criou tanta coisa deliciosa e interessante merece viver em paz!

 
Deixe um comentário

Publicado por em outubro 4, 2011 em Cultura Oriental

 

Tags: , , , ,

 
Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

%d blogueiros gostam disto: